quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Qual a diferença entre um computador, um smartphone e um tablet?

Qual a diferença entre PC, smartphone e tablet? Blog de Tecnologia. Crédito: Vilmar Oliveira/Editoria de Arte

Quase toda semana, as empresas de tecnologia criam um novo aparelho inovador que promete mudar completamente nossas vidas. Relógios com milhões de funções, despertadores inteligentes, janelas automáticas… Enfim, são tantas coisas que acaba sendo difícil acompanhar todas as novidades.
Para ajudar você, professor, a se situar, comentamos um pouco sobre as características dos três principais tipos de produto que estão circulando por aí – os computadores pessoais (PCs), tablets e smartphones – e a maneira como eles podem te ajudar no seu dia a dia em sala de aula.
Deixem suas dúvidas nos comentários e vamos tentar respondê-las, ok?
Computador É o produto mais antigo da nossa lista, mas nem por isso tem menos recursos. Os primeiros computadores pessoais (PCs) a se popularizarem têm pouca coisa em comum com as máquinas que usamos hoje. Desktops (que ficam fixos sobre as mesas) e os notebooks (aqueles de “abrir e fechar”, que podemos carregar) continuam sendo indispensáveis para quem quer estar conectado.
Como usá-lo no meu dia a dia?
Ele é o mais completo de todos os acessórios. Nele, podemos escrever textos, fazer apresentações de slides, montar planilhas, visitar sites (como o de NOVA ESCOLA), organizar seus arquivos e imagens — como os portifólios da turma — assistir a vídeos e ouvir músicas com mais conforto. É bem provável que você sinta mais facilidade para planejar suas aulas nele, pesquisar materiais para usar em sala de aula e organizar seus registros.
Eu preciso dele?
Provavelmente sim. Eles são a principal maneira de você ser alguém conectado. Apesar do surgimento de novos aparelhos, ainda não surgiu nenhum que conseguisse substitui-lo totalmente.
Smartphone Com a possibilidade de acessar a internet pelo celular e a popularização de redes sociais como o Facebook, os smartphones ganharam espaço no mercado. Apesar de pequenos (as telas maiores chegam a 7 polegadas), são poderosos: neles, é possível instalar aplicativos que ajudam a desenvolver boa parte das tarefas do dia a dia.

Como usá-lo no meu dia a dia?
Fotografar, filmar e gravar em áudio as participações dos alunos são tarefas facilitadas com o smartphone, principalmente se você possui aplicativos como o Evernote (sobre o qual nós já falamos aqui). Ele também é uma mão na roda para você organizar sua agenda de tarefas e compromissos.

Eu preciso dele?
Se você quiser um auxílio tecnológico para dar um toque multimídia ao portifólio dos seus alunos, ele é a ferramenta certa. Também é uma mão na roda na organização do dia a dia, como na montagem da sua agenda, checagem de e-mails, etc. Se nenhuma dessas funções fizer falta a você, você pode esperar mais um pouco para comprar o seu.
Tablet O mais novo e venerado dos produtos dessa lista, é um intermediário entre os dois anteriores. A tela maior do que o smartphone permite que você faça tarefas mais complexas com ele. A mobilidade, maior do que a do computador, permite que você o leve a mais lugares. Apesar disso, não substitui completamente nenhum dos dois anteriores.

Como usá-lo no meu dia a dia?
O maior apelo dos tablets é a possibilidade de utilizá-lo como instrumento de estudo. Muito conteúdo tem sido produzido especificamente para essa plataforma, como as revistas digitais de NOVA ESCOLA e vários livros. Há quem se aventure a escrever textos e relatórios nessa plataforma, mas pode ser difícil para quem está acostumado a usar computadores.
Eu preciso dele?Talvez. Ele pode ser uma mão na roda para quem não tem tanto tempo para ficar em frente ao computador (já que é possível resolver boa parte de suas tarefas nele) ou tem dificuldades para comprar e guardar livros e revistas. Mas não basta possuir o aparelho, é preciso garantir que ele tenha acesso à internet para baixar ou comprar aplicativos e publicações.