sábado, 16 de julho de 2016

Verifique a saúde do HD com o CrystalDiskInfo

Um disco rígido com defeito pode causar grandes dores de cabeça, como por exemplo a perda de arquivos importantes. Para verificar o disco rígido do computador, você pode utilizar o CrystalDiskInfo, um programa gratuito que monitora o disco rígido do seu computador e exibe informações detalhadas sobre a sua saúde.
O CrystalDiskInfo é capaz de monitorar a saúde de discos rígidos internos e externos, discos SSD e outros dispositivos de armazenamento de dados, como por exemplo, cartões de memória e até mesmo pendrives.
Ao executar o CrystalDiskInfo, ele exibe uma grande quantidade de informação sobre o disco rígido na tela, como o estado de saúde, temperatura, firmware, número serial, interface e número de vezes e horas ligado.
Ele também exibe informações avançadas sobre o S.M.A.R.T, um sistema de monitoramento e análise que verifica a integridade do seu disco rígido e fornece informações importantes, como erros de leitura e escrita.
Com base nessas informações você pode evitar uma falha iminente no disco rígido e pode fazer o backup dos seus arquivos e trocar o disco rígido do computador antes que ele queime e você perca os seus dados.
Outra opção que pode ser útil é o "Gráfico" disponível no menu "Função". Com ele você pode avaliar o seu disco rígido com base na temperatura, taxa de erros de leitura e de escrita, entre muitos outros parâmetros.
Por último, ele pode ser inicializado com o Windows para monitorar constantemente o disco rígido e emitir alertas sonoras ou então enviar notificações por e-mail quando uma falha é detectada no disco monitorado.
Em resumo, CrystalDiskInfo é um ótimo programa para você diagnosticar e monitorar o estado de saúde do disco rígido do seu computador. Entretanto, não esqueça de fazer o backup de seus arquivos regularmente.
Compatível com todas as versões do Windows.
Fonte: http://www.softdownload.com.br

sexta-feira, 15 de julho de 2016

Download do Service Pack 2 para Windows 7


Um dos grandes aborrecimentos ao instalar o Windows 7 é que mesmo usando o disco de instalação com Service Pack 1 integrado, você precisa baixar e instalar mais de 200 atualizações lançadas posteriormente.
Felizmente a Microsoft lançou um novo pacote de atualização, que embora não seja chamado oficialmente de Service Pack 2, oferece em um único pacote todas as atualizações do Windows 7 lançadas após o SP1.
Para baixar o pacote de atualização, tudo que você precisa fazer é acessar o site Microsoft Update Catalogusando o Internet Explorer e clicar no pacote de atualização do Windows 7 que deseja baixar, 32 ou 64 bits.

Pré-requisitos:

Porém, é importante notar que existem alguns pré-requisitos para instalar o SP2. O primeiro, obviamente é que você tenha o Service Pack 1 instalado e o segundo, é que você instale antes a atualização KB3020369.

Download do Service Pack 2 para Windows 7:

Depois de instalar o pré-requisito, baixe o pacote de atualização SP2 e instale no computador. Para facilitar o download do pacote de atualização, seguem abaixo links diretos para download do SP2 para Windows 7:
O pacote de atualizações para a versão 32 bits do Windows 7 tem 316 MB e o 64 bits tem 477 MB. Depois de baixar o pacote, basta clicar no arquivo .msu para instalar o pacote de atualizações em seu computador.
Por fim, o pacote contém todas as atualizações para o Windows 7 lançadas após o Service Pack 1, exceto  algumas atualizações que requerem interação do usuário e que você pode instalar rapidamente mais tarde.
Nota: Se os downloads acima estiverem inválidos, acesse o site do Microsoft Update Catalog para baixar o  novo pacote de atualizações para o Windows 7 de 32 e 64 bits, chamado informalmente de Service Pack 2.
Para baixar o pacote no site Microsoft Update Catalog, acesse o site a partir do Interner Explorer e instale o complemento solicitado. Em seguida, adicione a atualização desejada e clique em "ver cesto" e "transferir".
Fonte: www.softdownload.com.br 

10 ferramentas para diagnosticar a saúde do PC

Não importa se você é um usuário novato ou experiente, o seu computador pode apresentar problemas que não são tão simples de diagnosticar. Se isso acontecer, o que você pode fazer para solucionar o problema?
Antes que você tenha que recorrer a assistência técnica, você pode fazer uma tentativa utilizando esses 10 programas gratuitos que lhe ajudam a verificar a saúde do computador e diagnosticar possíveis problemas.

1. HWMonitor

Uma causa bastante comum do mau funcionamento de desktops e notebooks é o superaquecimento. Para diagnosticar esse tipo de problema, você pode usar o HWMonitor, um programa gratuito de monitoramento de hardware que lhe permite monitorar a temperatura do processador, placa de vídeo, disco rígido e outros.

2. CrystalDiskInfo

Se o disco rígido começar a falhar, você pode acabar perdendo arquivos importantes. Para verificar a saúde do disco rígido do seu computador, você pode usar o CrystalDiskInfo, um programa gratuito que lhe fornece informações detalhadas sobre o disco rígido, incluindo saúde, temperatura, taxa de erro, tempo de uso, etc.

3. Diagnóstico de Memória do Windows

A memória RAM é um hardware que costuma apresentar problemas. Para verificar a memória RAM do seu computador, você pode usar o "Diagnóstico de Memória do Windows", um utilitário nativo do Windows que executa testes na memória RAM e lhe ajuda a detectar se algum pente de memória precisa ser substituído.

4. Verificador de Arquivos do Sistema

Algumas falhas e comportamentos inesperados do Windows acontecem por causa de arquivos do sistema corrompidos. Executando o comando sfc /scannow a partir do Prompt de Comando, você abre o Verificador de Arquivos do Sistema, uma ferramenta nativa do Windows que detecta e repara os arquivos corrompidos.

5. Check Disk

Check Disk (chkdsk) é uma ferramenta de diagnóstico capaz de detectar/corrigir erros no disco rígido. Para usá-lo, abra o prompt de comando como administrador e digite chkdsk c: /f /r. Ele irá checar e corrigir erros na unidade C. Você também pode utilizar o programa Chkdsk-Gui, que oferece uma interface para o chkdsk.

6. Speccy

Speccy é um programa gratuito que lhe fornece informações detalhadas sobre o hardware do computador. Embora ele não seja uma ferramenta de diagnóstico, ele pode ser útil para confirmar as especificações de hardware do computador, como por exemplo, quando você precisar substituir um hardware do computador.

7. inSSIDer

inSSIDer é uma ferramenta gratuita que lhe oferece uma forma simples de diagnosticar problemas em sua rede Wi-Fi e melhorar a qualidade do sinal. Ele pode ajudá-lo a identificar o canal mais recomendado para a sua rede Wi-Fi, o local mais adequado para colocar o roteador, os pontos sem cobertura e assim por diante.

8. PixelHealer

PixelHealer é uma pequena ferramenta gratuita que lhe ajuda a detectar e reparar "pixels presos" na tela de computadores desktop e notebooks. Basicamente o que ele faz é piscar dezenas de cores por segundo na tela para estimular a saída do pixel. Esse técnica consegue remover o pixel preso na maioria dos casos.

9. MalwareBytes

MalwareBytes é uma das melhores ferramentas para analisar e remover malwares do computador. Com a versão gratuita do programa você pode realizar verificações em seu computador para descobrir se ele está livre de malwares e limpar o computador removendo todos os malwares encontrados durante a verificação.

10. AdwCleaner

AdwCleaner é outra ferramenta gratuita que pode lhe ajudar a detectar e remover vários tipos de malwares do computador. O que o diferencia de outros programas é que ele é especializado em detectar e remover barras de ferramentas, adwares, hijackers de navegador e outros programas potencialmente indesejáveis.
Fonte: http://www.softdownload.com.br/10-ferramentas-diagnosticar-saude-pc-windows.html

Windows não reconhece seu pen drive? Veja como resolver o problema

Um erro bastante comum em relação a pendrives é o Windows não reconhecer o dispositivo. A causa pode ter origem em diversas situações, mas a correção é bem mais simples do que se pensa. Veja este tutorial e saiba como fazer o sistema voltar a ler seu pendrive. O procedimento pode ser reproduzido no Windows 7 e 8.
pen-drive-sandisk-para-smarts (Foto: Elson de Souza/TechTudo)Resolver problema de não leitura de pendrive pelo Windows não é complicado (Foto: Elson de Souza/TechTudo)
Passo 1. Clique no menu “Iniciar” e selecione “Painel de Controle”;
Caminho para Painel de Controle do Windows (Foto: Reprodução/Raquel Freire)Caminho para "Painel de Controle" do Windows (Foto: Reprodução/Raquel Freire)
Passo 2. Digite “ferramentas administrativas” na caixa de busca, localizada no canto superior direito. Clique no link que aparecer na janela, conforme indicado na imagem abaixo;
Destaque para link das ferramentas administrativas do Windows (Foto: Reprodução/Raquel Freire)Destaque para link das ferramentas administrativas do Windows (Foto: Reprodução/Raquel Freire)
Passo 3. Localize a opção “Gerenciamento do computador” e dê um duplo clique sobre ela;
Opção Gerenciamento do computador selecionada (Foto: Reprodução/Raquel Freire)Opção "Gerenciamento do computador" selecionada (Foto: Reprodução/Raquel Freire)
Passo 4. Na barra lateral esquerda, clique sobre “Gerenciamento de disco” e aguarde alguns segundos. Em seguida clique com o botão direito do mouse sobre a unidade do pen drive e selecione “Alterar letra de unidade e caminho”;
Por que meu pen drive não pode ser formatado? Comente no Fórum do TechTudo.
Janela de gerenciamento do computador (Foto: Reprodução/Raquel Freire)Janela de gerenciamento do computador (Foto: Reprodução/Raquel Freire)
Passo 5. Na caixa que será aberta em seguida, aperte o botão “Adicionar”;
Caixa Alterar a letra e os caminhos da unidade (Foto: Reprodução/Raquel Freire)Caixa "Alterar a letra e os caminhos da unidade" (Foto: Reprodução/Raquel Freire)
Passo 6. Selecione “Atribuir a seguinte letra de unidade” e escolha outra letra, tomando cuidado para não ser alguma já usada em outro diretório. Clique em “OK”;
Nova letra atibuída à unidade do pendrive (Foto: Reprodução/Raquel Freire)Nova letra atibuída à unidade do pendrive (Foto: Reprodução/Raquel Freire)
Passo 7. Confirme a operação clicando em “Sim” e seu pen drive já terá mudado de letra. Com esse procedimento, o Windows já deve ter voltado a ler a memória flash.
Unidade de pendrive com letra alterada (Foto: Reprodução/Raquel Freire)Unidade de pendrive com letra alterada (Foto: Reprodução/Raquel Freire)Fonte: http://www.techtudo.com.br/dicas-e-tutoriais/noticia/2015/05/windows-nao-reconhece-seu-pen-drive-veja-como-resolver-o-problema.html

quinta-feira, 2 de junho de 2016

Hirens Boot no Pen Drive


Todo mundo que trabalha com TI sabe como o Hirens Boot é uma ferramenta muito útil em muitas tarefas (para quem não sabia, fique sabendo agora), porém em alguns casos não conseguimos utiliza-lo, pela máquina que estamos trabalhando não ter driver de CD, e nesta dica, mostrarei como contornar este problema, colocando o seu Hirens em um Pen Drive, e eu, particularmente ando com o meu para todo o lado, pois sempre que preciso de algo, tenho sempre em mãos...

Antes de iniciarmos, devemos baixar alguns aplicativos que vai nos ajudar nesta tarefa e ter um Pen Drive (obviamente) com no minimo 1 GB:

1 - A versão mais atual do Hirens Boot: http://www.hirensbootcd.org/download/

Com estes três downloads em mãos (ou em disco), vamos ao procedimento:

  - Conecte seu Pen Drive.

  - Abra o aplicativo USB DIsk Storage Format como administrador (Clique com o botão direito e clique em Executar como administrador), selecione o seu dispositivo em Device, depois selecione FAT32 em File System e por ultimo clique em Start.


  - Depois de terminar a formatação execute o aplicativo Grub4Dos (grubinst_gui.exe), selecione o opção Disk e na caixa de seleção, selecione o seu dispositivo (oriente-se pelo tamanho do Pen Drive), logo depois clique em Refresh e na caixa de seleção ao lado, selecione a opção Whole disk (MBR) e por ultimo clique em Install.


  - Depois do término de procedimento (bem rápido), você deverá pressionarEnter para sair do CMD.

  - Insira o CD do Hirens Boot em seu computador ou extraia a ISO e copie todo o conteúdo do CD ou diretório de extração para Pen Drive.

  - Depois, copie o arquivo grldr e o arquivo menu.lst que se encontra na pasta HBCDque está em seu Pen Drive para a raiz dele (junto com o arquivo autorun.inf).

  - Agora, só nos resta testar o Pen Drive, se bootar corretamente como no CD, está OK, caso isso não aconteça, verifique se seguiu os procedimentos corretamente, caso ainda assim não consiga, poste suas dúvidas nos comentários.

Fonte: http://tudoti.jefersonrc.com.br/2013/09/hirens-boot-no-pen-drive.html#.V1A-I2grKM8

terça-feira, 24 de maio de 2016

Porta USB do PC não funciona? Saiba como resolver

É comum a porta USB do computador não reconhecer uma câmera, celular ou pen drive. A culpa, porém, nem sempre é do dispositivo externo. As entradas são suscetíveis a falhas e o TechTudo traz quatro maneiras simples de resolver os problemas mais usuais. Todas as soluções são rápidas de realizar e qualquer pessoa pode tentar antes de procurar a assistência técnica.
Amoeba Modular USB Flash  (Foto: Divulgação)Problemas de conexão com a porta USB podem ser resolvidos facilmente (Foto: Divulgação)
Verificando o gerenciador de dispositivos
Passo 1. Teste seu dispositivo em todas as portas USB do computador e se certifique de não funciona em nenhuma delas antes de prosseguir;
Passo 2. Prove outros equipamentos na porta USB com defeito e verifique se ela não os reconhece. Se o problema for o dispositivo externo, é capaz que o computador identifique normalmente outros gadgets;
Passo 3. Caso nada funcione, abra a opção "Painel de Controle" no menu Iniciar do Windows. Em seguida, digite "Gerenciador de Dispositivos" na barra de pesquisas, ou clique direto nesta opção, caso esteja usando o Windows 8;
Acesse o menu Iniciar e digite 'computador'. Clique em Gerenciador de Dispositivos (Foto: Reprodução/Paulo Alves)Acesse o menu Iniciar e digite 'computador'. Clique em Gerenciador de Dispositivos (Foto: Reprodução/Paulo Alves)
Passo 4. Em seguida, vá até à opção "Controladores USB";
Clique para expandir a lista com os deus controladores USB (Foto: Reprodução/Paulo Alves)Clique para expandir a lista com os deus controladores USB (Foto: Reprodução/Paulo Alves)
Passo 5. Verifique se há alguma opção marcada com pontos de exclamação. Caso haja, clique com o botão direito e escolha "Desativar";
Primeira opção é desativar o controlador USB (Foto: Reprodução/Paulo Alves)Primeira opção é desativar o controlador USB (Foto: Reprodução/Paulo Alves)
Passo 6. Aguarde alguns segundos e ative novamente o dispositivo USB clicando com o botão direito e escolhendo a opção ‘Ativar’;
Ative novamente e teste a porta USB (Foto: Reprodução/Paulo Alves)Ative novamente e teste a porta USB (Foto: Reprodução/Paulo Alves)
Passo 7. Em seguida, tente conectar seu dispositivo na porta USB. Caso o passo a passo acima não resolva, tente atualizar o driver do dispositivo.
Atualizando driver
Passo 1. Siga o processo anterior até o passo 4. Então, clique com o botão direito do mouse sobre o USB defeituoso e escolha a opção "Atualizar driver". Caso use uma versão do Windows que não seja a 8, vá em "Propriedades", depois escolha a aba "Driver" e clique no botão "Atualizar driver";
Segunda opção é atualizar os drivers (Foto: Reprodução/Paulo Alves)Segunda opção é atualizar os drivers (Foto: Reprodução/Paulo Alves)
Passo 2. Clique em "Pesquisar automaticamente software de driver atualizado". Após terminar o processo de instalação, veja mais uma vez se a porta está funcionando, conectando o seu aparelho na entrada USB.
O Windows irá pesquisar automaticamente novos drivers para seu controlador USB (Foto: Reprodução/Paulo Alves)O Windows irá pesquisar automaticamente novos drivers para seu controlador USB (Foto: Reprodução/Paulo Alves)
Se ainda assim, o problema persistir após a atualização de driver, ou se o driver instalado já era o mais atual, tente desinstalar o dispositivo USB.
Desinstalando o dispositivo USB
Passo 1. Clique com o botão direito no item correspondente à entrada com problema e escolha ‘Desinstalar’. Caso use o Windows 7 ou uma versão mais antiga do sistema operacional, clique com o botão direito sobre a opção desejada e,. em seguida, em "Propriedades", Na nova janela, escolha a aba "Drivers" e, depois, "Desinstalar";
Você também pode tentar desinstalar o dispositivo USB (Foto: Reprodução/Paulo Alves)Você também pode tentar desinstalar o dispositivo USB (Foto: Reprodução/Paulo Alves)
Passo 2. Se seu celular ou pendrive ainda estiver conectado, retire-o da porta USB e conecte novamente. Se o procedimento funcionou, o computador irá reconhecer o aparelho normalmente.
Há ainda como fazer o próprio sistema operacional verificar para você se há algum problema na porta USB e tentar consertar automaticamente.
Verificando automaticamente
Passo 1. Para realizar esta alternativa, abra o menu Iniciar e digite "msconfig" sem as aspas;
Digite msconfig no menu Iniciar (Foto: Reprodução/Paulo Alves)Digite msconfig no menu Iniciar (Foto: Reprodução/Paulo Alves)
Passo 2. Em seguida, marque a caixa "Inicialização de diagnóstico" e clique em "OK";
A inicialização de diagnóstico pode consertar sua porta USB também (Foto: Reprodução/Paulo Alves)A inicialização de diagnóstico pode consertar sua porta USB também (Foto: Reprodução/Paulo Alves)
Passo 3. Na tela seguinte, clique em "Reiniciar". Aguarde o processo de reset com diagnóstico terminar e tente mais uma vez conectar seu aparelho à porta USB do computador.
Na maioria dos casos, uma destas soluções deve resolver seus problemas com as conexões USB de seu computador. Mas, antes de começar a fazer algos dos procedimentos, lembre-se de testar seu aparelho em outras portas - e até em outros computadores, se for possível. Tente também ligar outro equipamento à saída que pode estar com defeito.
Fonte: http://www.techtudo.com.br/dicas-e-tutoriais/noticia/2013/09/porta-usb-do-pc-nao-funciona-saiba-como-resolver.html

segunda-feira, 23 de maio de 2016

O QUE É SETUP?

Ao tentar resolver problemas no seu computador, ou instalar novos componentes, você já deve ter ouvido falar em “acessar a BIOS”, ou acessar o setup. Nesse caso, o setup é a interface gráfica pela qual um usuário pode acessar recursos que estão disponíveis na BIOS do computador; entenda melhor.

Saiba o que é a BIOS


Para que serve?Você pode usar o setup para escolher a ordem de inicialização, caso queira que seu computador dê boot por um dispositivo USB, ou DVD, por exemplo (Foto: Reprodução/Computer Hardware Explained)Você pode usar o setup para escolher a ordem de inicialização, caso queira que seu computador dê boot por um dispositivo USB, ou por meio de DVD, por exemplo (Foto: Reprodução/Computer Hardware Explained)Basicamente, o setup é um sistema operacional bem rudimentar, responsável por colocar o computador em funcionamento assim que você liga a máquina. É esse sistema que confere os dispositivos instalados para saber se há memória no PC, se o processador está sendo mantido em temperaturas seguras, se os discos rígidos estão funcionando e prontos para carregar o sistema operacional.
Dentro desse sistema, o usuário tem acesso a recursos mais avançados do funcionamento do computador. É possível, por exemplo, realizar procedimentos de overclock, em que a máquina é acelerada para funcionar além das velocidades padrões. Ou configurar RAID para compartilhamento de discos rígidos, alterar data do sistema e configurar a ordem de boot (inicialização) do sistema.


Tipos de setup


Até poucos anos atrás, toda vez que você acessava o setup da BIOS do computador era recebido por uma interface muito simples, em tela azul e que admitia apenas navegação pelo teclado. Isso acontecia porque chips que abrigavam os setups tinham pouco espaço para que o sistema fosse melhor resolvido.Exemplo de setup de uma BIOS UEFI da Gigabyte apresenta uma interface mais extravagante (Foto: Reprodução/TechPowerUp)Exemplo de setup de uma BIOS UEFI da Gigabyte com interface mais extravagante (Foto: Reprodução/GigaByte)Atualmente, muitos computadores saem de fábrica com um novo tipo de BIOS, a UEFI. Nesse modelo, há possibilidade de interfaces gráficas mais navegáveis, que chegam a admitir navegação com mouse e tela de sensível ao toque.

O setup pode ser atualizado?

Como o sistema que habita a BIOS é responsável por monitorar o funcionamento do computador, os fabricantes costumam lançar de tempos em tempos atualizações de BIOS que aprimoram o funcionamento do sistema, corrigem bugs, ou adicionam suporte a novos dispositivos, como placas de vídeo, memórias e até processadores.

BIOS da Asus traz informações sobre o computador, possibilidade de configurar economia de energia, além de vários recursos (Foto: Reprodução/PCWorld)BIOS da Asus traz informações sobre o PC, economia de energia, além de vários recursos (Foto: Reprodução/Asus)Atualizar a BIOS é sempre uma medida bem vinda, mas requer muita atenção. Cada fabricante de notebook (em desktops, o responsável pela BIOS é o fabricante da placa-mãe) lança plataformas de atualização do setup específicas.
Para atualizar a sua, certifique-se de ler com muita atenção o procedimento. Uma queda de energia ou uma atualização interrompida pode simplesmente destruir a BIOS: o computador não será mais capaz de inicializar o sistema operacional e a única solução é trocar toda a placa-mãe.


Como acesso o setup do meu computador?


Via de regra, você só pode ter acesso à BIOS no processo de inicialização, naquelas primeiras telas que seu computador exibe quando você o liga. O processo de acesso ao setup varia de fabricante a fabricante, mas a grande maioria costuma usar a tecla delete para entrar. Basta pressioná-la na primeira tela que seu computador exibe para entrar no sistema. É comum, também, o uso das teclas F11 e F12 em notebooks.

Fonte : http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2015/02/o-que-e-setup.html

terça-feira, 26 de abril de 2016

Windows 10: conheça as diferenças entre cada versão do sistema

Na semana que vem a Microsoft dá início oficialmente à saga do Windows 10. A partir do dia 29 de julho, as pessoas devem começar a receber notificações para migrar para o novo sistema gratuitamente. No entanto, você já sabe qual versão do Windows 10 será instalada no seu computador?
A Microsoft não facilita a situação, já que há SETE diferentes versões do Windows 10: Windows 10 Home, Windows 10 Pro, Windows 10 Educação, Windows 10 Enterprise, Windows 10 Mobile, Windows 10 Mobile Enterprise, e Windows 10 IoT Core. Confira na tabela abaixo qual edição será instalada na sua máquina assim que você aceitar a atualização.
Ok, mas qual é a diferença?
A maioria dos usuários deve migrar direto para o Windows 10 Home, que é feito para usuários domésticos. Ele traz todas as novidades da versão, incluindo a Cortana, o navegador Edge, o novo Menu Iniciar e os aplicativos universais. Ela é mais simples e deve resolver as necessidades de quem usa o sistema em casa.
Já o Windows 10 Pro já é mais rebuscado, mirando as empresas, com recursos de segurança e suporte melhorados. Entre os recursos exclusivos estão ferramentas de criptografia de dados, suporte remoto e outras ferramentas.
Enquanto isso, o Windows 10 Mobile é o sucessor do Windows Phone, mirando o usuário de smartphone. Quem tem um Lumia com o WP 8.1 instalado poderá atualizá-lo gratuitamente até o fim do ano, em uma data não especificada, quando a Microsoft lançar a nova versão.
E as outras edições?
As outras versões do Windows 10 são voltadas para clientes especiais. A versão Enterprise é pensada para médias e grandes empresas, com foco pesado em segurança e controle das informações, enquanto a de Educação é uma adaptação da Enterprise pensada para ser utilizada nas escolas.
O Windows 10 Mobile Enterprise, obviamente, é uma adaptação do Windows 10 para celulares e tablets para ser usada no ambiente corporativo, com ferramentas extras de segurança e produtividade, enquanto o W10 IoT Core é planejado para aparelhos bem pequenos, para a Internet das Coisas.
Fonte: tecmundo

quarta-feira, 20 de abril de 2016

Programas para acesso remoto do Windows - algumas indicações

CrossLoop
CrossLoop
7.602 DOWNLOADS
O CrossLoop é um programa para Windows e Mac que disponibiliza, de forma prática, compartilhar o controle do computador com outra pessoa. Em vez de ter que efetuar várias configurações, o usuário pode optar por usar este software e rapidamente fornecer o controle remoto de seu PC para outra pessoa.


LogMeIn
LogMeIn
72.928 DOWNLOADS
O LogMeIn é um programa que possibilita ao usuário controlar de forma remota seu computador, com Windows ou Mac, desde que esteja conectado à Internet por Wi-Fi ou 3G. Para realizar acesso remoto, é possível utilizar qualquer navegador, desktop ou dispositivos móveis com Android e iOS. É preciso ter a sua versão para PC instalada para que ele consiga mostrar seus conteúdos, executar softwares e controlar o que for necessário.

Microsoft Remote Desktop Microsoft remote desktop


Real VNC
Real VNC
11.051 DOWNLOADS
Real VNC é um aplicativo que permite ao usuário controlar remotamente outros computadores com Windows, Mac OS e Linux, independente da distância, basta apenas que possam se comunicar via rede.

TeamViewer
TeamViewer
33.460 DOWNLOADS
TeamViewer é um software de acesso remoto e suporte via internet que está disponível para as seguintes plataformas: Windows, Mac, Linux, Mobile (iOS, Android e Windows Phone). Com ele, o pareamento e compartilhamento de dados entre dois dispositivos é facilitado. O programa permite o acesso a qualquer dado da máquina com a qual está conectado e também a participação em apresentações, sempre por conexões seguras e protegidas por senha.

Fonte: http://www.tecmundo.com.br/acesso-remoto