terça-feira, 13 de outubro de 2015

Sem pressa: 9 motivos para ainda não migrar para o Windows 10

Muitos usuários estão ansiosos para o lançamento do sistema operacional, mas esperar alguns meses pode não ser uma má ideia.

O Windows 10 chega oficialmente hoje, 29/7. Nesse momento, muitos usuários - sobretudo aqueles descontentes com o 8 ou versões anteriores- estão ansiosos para atualizarem seus computadores. A nova versão será disponibilizada dentro de poucos dias, mas pode ser inteligente postergar um pouco a atualização do sistema operacional na sua máquina. 

Listamos os motivos para que você talvez espere um pouco mais para fazer esse processo. 

1. Você tem um equipamento que atende a todas exigências?

Para rodar o Windows 10, você precisa de um computador ou tablet com processador de no mínimo 1GHz, 1 GB de RAM para máquinas 32-bit (2GB para 64-bit), 1 GB de espaço no disco rígido (20 GB, respectivamente), um placa de vídeo DirectX 9 ou mais avançado, um driver WDDM 1.0 e display mínimo de 800 x 600.

Se o seu sistema não atende a especificação, atualize seu hardware antes de mirar o sistema operacional. Uma alternativa é comprar um novo computador com o Windows 10 já instalado.

2. Você tem um ano para atualizar

Os usuários do Windows 7 e 8 têm direito à atualização gratuita para a nova versão, mas ela não precisa ser imediata. Com um ano para atualizar o sistema (o prazo final é 29 de julho de 2016), você pode fazê-lo sem pressa.

3. Você usa o Windows 7

Um dos maiores trunfos do Windows 10 é consertar boa parte do dano causado pelo Windows 8, projetado com foco em dispositivos touch ao invés de PCs tradicionais. Como exemplo, ele reinsere o menu inicar, presente no Windows 7, permitindo que os usuários trabalhem inteiramente no desktop, deixando de lado a tela inicial do 8.

Seguindo essa linha, os usuários do Windows 7 já possuem tudo o que precisam: um menu iniciar e a capacidade de trabalho unicamente no desktop. Se você está satisfeito com o 7, pode ser interessante ater-se a ele.

4. Você gosta dos gadgets

Os gadgets do Windows 7 -- como a previsão do tempo, monitoramento da CPU, da velocidade do disco rígido e relatórios sobre o estado do sistema e sua rede – não funcionam no Windows 10 e serão removidos com a atualização. Caso seja um grande fã dessas funcionalidades, não atualize.

5. Atualizações de segurança para Windows Vista, 7 e 8 estarão disponíveis por anos

É comum que a Microsoft force a atualização para o sistema operacional mais recente ao encerrar o suporte para os mais antigos, deixando-os vulneráveis a ameaças de segurança. Se você usa o Windows 7 ou 8, ainda tem muito tempo até ser pressionado a atualizar. A companhia continuará emitindo patches para esses sistemas até janeiro de 2020 e janeiro de 2023, respectivamente. Até os usuários do Vista ainda têm tempo: o suporte será encerrado em abril de 2017. Não há motivo para pressa.

6. Você usa smart files do OneDrive?

A primeira versão do Windows 10 não trará os smart files, espécie de substitutos fantasmas dos arquivos do OneDrive que baixam os originais com um clique duplo. A Microsoft informou que planeja levar a funcionalidade ao novo sistema operacional até o final do ano, mas se ela lhe for essencial, compensa aguardar até sua implementação oficial para atualizar o Windows.

7. Você tem periféricos antigos

A maior fraqueza dos novos sistemas operacionais é integrar periféricos antigos, como impressoras e scanners. A Microsoft nem sempre garante que as novas versões do Windows funcionem com esses dispositivos (isso exigiria muitos recursos de desenvolvimento) e, como resultado, alguns desses aparelhos não serão compatíveis com o 10. É importante ter certeza de que seus dispositivos funcionam no novo sistema operacional antes de atualizar.

8. Você ama o Windows Media Center?

Sim, algumas pessoas são fãs do Windows Media Center, serviço de reprodução de vídeos, músicas e outras mídias lançado em 2002. A Microsoft tenta encerrá-lo há anos, chegando a desmontar a equipe responsável em 2009.

Fato é que o Media Center sempre foi um pesadelo para configurar e há muito foi superado por serviços de streaming como Netflix, Amazon Prime, Hulu, Spotify e Apple Music e outros. Ainda assim, alguns fãs remanescentes ficariam devastados com sua ausência no Windows 10.Se você é uma dessas pessoas, não atualize.

9. Você não precisa dos problemas da adoção rápida

Não importa a vastidão dos testes beta, os bugs de um novo sistema operacional só são descobertos depois que ele é lançado oficialmente e são as pessoas que atualizam imediatamente que mais sofrem com falhas que passaram despercebidas. Se você prefere um sistema operacional melhor acabado, espere cerca de seis meses antes de atualizar.